Venezuela vai pagar por 6 meses o salário dos trabalhadores de pequenas e médias empresas

Foto: Divulgação avn - div)
presidente da Venezuela, Nicolas Maduro anunciou no domingo (22), uma série de medidas de proteção social. Entre as decisões, está que o Estado assumirá o pagamento dos salários dos trabalhadores de pequenas e médias empresas do setor privado pelos próximos seis meses.

Para ter direito ao salário, os trabalhadores deverão preencher um formulário na plataforma Pátria – mesmo mecanismo de coleta de dados sobre a covid-19 e de pagamento de bônus sociais. 
De acordo com dados do Ministério do Poder Popular para o Processo Social do Trabalho, 7,8 milhões de venezuelanos e venezuelanas estão empregados no sistema formal, tanto em empresas públicas, como privadas, o que representava 60,3% da população economicamente ativa do país em abril de 2016.
Aos trabalhadores informais, que representam quase 40% dos empregados no país, o chefe de Estado afirmou que anunciará novos bônus especiais. Até o momento, apenas no mês de março foram pagos o bônus “Lealdade” no valor de 300 mil BsS (cerca de R$30) e o bônus “Disciplina e Solidariedade” de 350 mil BsS (cerca de R$35), pago na última sexta-feira (20).
Também serão criadas linhas especiais de crédito para ajudar a conter os prejuízos econômicos que a paralisação do trabalho pode gerar. Outro anúncio foi a suspensão do pagamento de alugueis até setembro de 2020. Maduro também decretou a imobilidade laboral, impedindo demissões até 31 de dezembro deste ano.