Sobe para 30 o número de casos confirmados de coronavírus no Brasil ~ Ceará da Gente

Sobe para 30 o número de casos confirmados de coronavírus no Brasil

Resultado de imagem para coronavírus
Imagem: Internet
Subiu para 30 o número de casos confirmados da covid-19 no Brasil — o total de casos suspeitos da doença causada pelo novo coronavírus no país passou para 946 (eram 663 suspeitas ontem). 

Os cinco novos casos da covid-19 foram registrados no estado do Rio de Janeiro, segundo o último boletim divulgado nesta segunda pela Secretaria de Estado da Saúde — balanço do governo federal divulgado nesta segunda não contabilizou os novos registros no Rio.

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, afirmou ser esperado que novos casos sejam confirmados. Segundo Oliveira, o Ministério ainda aguarda a conclusão de testes para o coronavírus que podem confirmar esses casos em monitoramento — 685 casos já tiveram a suspeita descartada.

Atualmente há casos confirmados em seis estados e no Distrito Federal. Os estados são: Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo.

Novos critérios para teste da doença 

O Ministério da Saúde decidiu alterar os critérios para realizar o teste do coronavírus em pacientes com síndromes gripais. 

Em cidades que já têm casos confirmados, serão testados todos os pacientes que deram negativo para outros vírus, independentemente de se o paciente esteve ou não em viagem ao exterior. Além disso, todos os pacientes considerados graves serão submetidos ao teste para o coronavírus. 

O objetivo é identificar com maior precisão se há a circulação do vírus no país. Até o momento, foi possível rastrear a origem da transmissão em todos os casos confirmados: viagens ao exterior ou contato com outros pacientes confirmados. Por isso, o Ministério da Saúde considera que o vírus não está em circulação no Brasil. 

O perfil dos pacientes 

Antes do anúncio do governo do Rio, o Ministério da Saúde divulgou estatísticas sobre o perfil de 25 casos confirmados. A maior parte dos pacientes (14) têm mais de 40 anos. Outros 11 pacientes estão abaixo dessa idade. A paciente mais nova tem 13 anos e a mais idosa, 69.

Entre os casos confirmados pelo governo federal 10 são homens e 15 são mulheres. Quatro pacientes chegaram a ser internados. Cinco deles possuem doenças preexistentes que podem ter agravado a infecção pelo vírus: três são hipertensos, um é diabético e um outro paciente apresenta um quadro de doença pulmonar. 

Horário estendido no posto de saúde 

Como forma de ampliar a rede de atendimento do SUS, o Ministério da Saúde anunciou que vai oferecer uma verba extra para as prefeituras que queiram ampliar o horário de atendimento dos seus postos de saúde. O objetivo é estar preparado para um eventual aumento na demanda dos atendimentos por causa do vírus.

A ampliação do horário deve ser de 8 para 12 horas diárias de atendimento nos postos de saúde. 

Atualmente, o Brasil se encontra no terceiro nível de resposta ao vírus, o de emergência em saúde pública, em uma fase chamada de contenção do vírus. 

Nessa etapa, a rede de hospitais tem maior atividade. Já na fase de mitigação — que deve ser atingida quando houver mais de cem casos confirmados — há necessidade de fortalecer a atenção primária, informa o plano, enquanto hospitais continuariam a atender casos mais graves.

Brasil não criará vacina contra o coronavírus, diz ministro

Luiz Henrique Mandetta, ministro da Saúde, disse em entrevista ao Valor Econômico que o Brasil vai preparar a infraestrutura necessária para a produção e distribuição das vacinas e remédios para o coronavírus, mas que não participará da criação da vacina. 

Segundo Mandetta, há uma disputa geopolítica para desenvolver e produzir um retroviral para combater a covid-19. "Essa corrida o mundo todo está envolvido. O Banco Mundial liberou US$ 12 bilhões, os Estados Unidos liberaram US$ 9 bilhões, a comunidade europeia mais alguns bilhões de dólares". 

Para o ministro da Saúde, a saída para o Brasil seria não competir com grandes laboratórios farmacêuticos que buscam criar uma vacina para o coronavírus, mas sim esperar que algum laboratório crie e o país produza e distribua a quantidade necessária à população. 

Mais de 460 mortos na Itália 

A Defesa Civil da Itália anunciou hoje que o número de mortos no país em decorrência do novo coronavírus subiu para 463, um aumento de 97 vítimas em relação ao último balanço. Segundo o chefe da Proteção Civil, Angelo Borrelli, a quantidade de pessoas contaminadas aumentou mais 1.598, totalizando 7.985 casos ativos de infecções.

Neste final de semana, o primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, assinou um decreto que coloca em isolamento a Lombardia, cuja capital é Milão, e 14 províncias de outras quatro regiões, incluindo Veneza, por causa da epidemia. 

Entre as medidas há a proibição de entrada e saída nesses territórios. Além disso, há restrições para bares e restaurantes. Museus e pontos turísticos foram fechados. A princípio, as restrições serão válidas até o próximo dia 4 de abril. 

Até o momento, a doença já matou quase 4.000 pessoas e contaminou outras 110 mil no mundo inteiro.

Fonte: Uol