Camilo prorroga até 2 de maio suspensão de aulas presenciais nas escolas e universidades do Ceará ~ Ceará da Gente

Camilo prorroga até 2 de maio suspensão de aulas presenciais nas escolas e universidades do Ceará

Decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado dessa segunda-feira, 30.

Os estudantes devem retornar às salas no dia 4 de maio (Foto: Fabio Lima/O POVO)

O Governo do Ceará decidiu prorrogar por 30 dias a suspensão de atividades presenciais em escolas, cursos, faculdades e universidades. A decisão vale tanto para instituições públicas, quanto para as particulares. Assim, as aulas no Estado ficam suspensas até o dia 2 de maio e os estudantes devem retornar às salas no dia 4 de maio. O novo decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado dessa segunda-feira, 30.
O documento considera a suspensão como sendo, "segundo evidências médicas e científicas, a alternativa mais eficaz ao enfrentamento da propagação do coronavírus, considerando o atual estágio da doença em território cearense". O texto explicita ainda que o calendário acadêmico, as atividades presenciais ou remotas e a carga horária do ensino público superior estadual, inclusive quanto às práticas obrigatórias do internato e da residência, "obedecerão ao disposto em normativo específico expedido pelas respectivas universidades".
Também nessa segunda-feira, parte das escolas particulares do ensino fundamental e médio anteciparam as férias estudantes. Programadas para julho, as férias serão no mês de abril, seguindo recomendação do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino no Ceará (Sinepe-CE).
O número de casos confirmados no Ceará para a Covid-19 chegou a 382. Não houve registro de novas mortes e a quantidade permanece em cinco até ontem, segunda-feira, 30. As informações foram confirmadas pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). Na tarde de ontem, o Ministério da Saúde computava 372, dado que foi atualizado. A maioria dos casos se concentra em Fortaleza: 353. Contudo, em Aquiraz, na Região Metropolitana houve uma disparada. Em 24 horas, o número dobrou, indo de 7 para 14. Aquiraz é o município com maior incidência de casos por habitantes no Estado.
Fonte: O Povo