Aulas na rede estadual do Ceará continuarão suspensas; universidades estudam prorrogar suspensão ~ Ceará da Gente

Aulas na rede estadual do Ceará continuarão suspensas; universidades estudam prorrogar suspensão

Aulas na rede pública e privada continuarão suspensas em todo o ...

As aulas na rede pública estadual do Ceará continuarão suspensas. Decreto do governador Camilo Santana (PT) deve especificar mais quantos dias os estudantes devem ficar em casa para prevenir a proliferação do novo coronavírus no Estado. Tendo em vista o aumento no número de casos e três óbitos confirmados. Até essa sexta-feira, o Ceará é a terceira unidade da federação com o maior número de infectados, com 282. O decreto de 16 de março publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) vale até próximo 31 de março.

Apesar de não confirmar prorrogar a suspensão das aulas, a Universidade Estadual do Ceará (UECE) deve seguir decisão do Comitê Estadual de enfrentamento à Covid-19. Nova reunião dos representantes ocorre neste fim de semana para traçar novas estratégias de enfrentamento à pandemia no Estado do Ceará. 

Fontes ouvidas pelo O POVO afirmam que a Universidade Federal do Ceará (UFC) também deve seguir a decisão.  Conforme residentes das casas universitárias, foi comunicado que a suspensão seguiria por mais 10 dias. No entanto, a UFC não confirma. "Neste momento, estão acontecendo consultas às diferentes unidades administrativas e acadêmicas para a deliberação de novas medidas de enfrentamento à Covid-19", disse instituição em nota.

Há 25 entidades que integram o Comitê: Assembleia Legislativa do Ceará, Tribunal de Justiça do Ceará, Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal, Tribunal de Contas do Estado, Ministério Público do Trabalho, Tribunal Regional do Trabalho, Ordem dos Advogados do Brasil, Justiça Federal, Defensoria Pública, Prefeitura de Fortaleza, Associação dos Municípios do Estado do Ceará, Universidade Estadual do Ceará, Universidade Federal do Ceará, Federação das Indústrias do Estado do Ceará, Federação do Comércio do Ceará, Associação Cearense de Emissoras de Rádio e Televisão, Câmara de Dirigentes Logistas de Fortaleza, Agência Nacional de Vigilância Sanitária e as secretarias de governo da Saúde, Casa Civil, Segurança, Proteção Social, Educação e Administração Penitenciária.

Fonte: O Povo