PMs decidem continuar motim no Ceará e Bolsonaro diz que não vai renovar apoio ao governo estadual ~ Ceará da Gente

PMs decidem continuar motim no Ceará e Bolsonaro diz que não vai renovar apoio ao governo estadual

Fracassou a negociação entre o governo cearense e a PM amotinada. Reunião mediada pelo Ministério Público e pela OAB-CE, não chegou a conclusões para o fim do movimento. Bolsonaro joga a responsabilidade sobre o governador e diz que não vai renovar a missão de Garantia da Lei e da Ordem (GLO).

Policiais militares amotinados no Ceará

Diante do impasse entre governo estadual e amotinados da Polícia Militar no Ceará, Bolsonaro declarou durante sua live de quinta-feira (27) que não irá renovar as operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) para o Estado e cobrou do governo cearense uma solução do caso. "A gente espera que o governo resolva o problema da Polícia Militar do Ceará e bote um ponto final nessa questão", disse o presidente, ao pedir que o governador Camilo Santana (PT) negocie com a PM do Estado.
Segundo Bolsonaro, "GLO não é para ficar eternamente atendendo um ou mais governadores. GLO é uma questão emergencial". 
Enquanto isso, o motim dos policiais militares fez aumentar a incidência de crimes no Ceará. Pelo menos 170 pessoas foram assassinadas desde a quarta-feira, 19, até a segunda-feira de Carnaval. 
Fonte: Brasil 247, com informações são do Estado de S.Paulo