Em Canindé, carnaval é considerado o mais sangrento da história


O feriadão de carnaval 2020 em Canindé foi o mais violento de todos os tempos. Apesar de não acontecer festividades em locais públicos, com o cancelamento da programação que ocorreria na Praça Dr. Aramis, de sexta-feira (21) até terça-feira (25), sete pessoas foram assassinadas e três foram baleadas.

Sexta-feira (21)
  • Homicídio - José Mario Feitosa Alencar, 22, no Residencial Frei Lucas Dolle
  • Homicídio - Luciano Gomes, no bairro da Can
Domingo (23)
  • Homicídio - Hudson Ribeiro de Souza, no Residencial Frei Lucas Dolle
  • Homicídio - João Batista Bezerra da Silva, no Residencial Frei Lucas Dolle
  • Homicídio - Francisco Henrique Catunda Santos, 21, no bairro Santa Luzia
  • Homicídio - Jhons Kenend Farias de Sousa Ferreira, 28, no bairro Santa Luzia
  • Tentativa de homicídio - Bruna Cecília, no bairro Santa Luzia
  • Homicídio - Antonio Daniel Leite Araújo, 14, no bairro Palestina
Segunda-feira (24)
  • Tentativa de homicídio - Lúcia de Fátima Gomes da Silva, 58, no bairro Santa Luzia
  • Tentativa de homicídio - Uma criança do sexo feminino, no bairro Santa Luzia
As vítimas baleadas já tiveram alta e foram liberadas. Todas as ocorrências estão sendo investigadas pelo Núcleo de Homicídios e Proteção a Pessoa, da Polícia Civil.

Com informações de Nilton Araújo

Fonte: Aconteceu Ipu