Tianguá: Trabalhador Rural denuncia abordagem violenta da PRF em sua residência ~ Ceará da Gente

Tianguá: Trabalhador Rural denuncia abordagem violenta da PRF em sua residência

Francisco Ney. Foto: Ubajara Notícias

Um vídeo que circulou nas redes sociais, mostra dois integrantes da Polícia Rodoviária Federal de Tianguá, agredindo um trabalhador rural ,em sua residência, onde  mesmo estava trabalhando embalando bananas.  De acordo com a vítima, Francisco Ney da Silva Cunha, de 42 anos, dois agentes da PRF o confundiram com um homem que estava sendo perseguido e o abordaram. Um deles o atingiu o vendedor com socos e tapasO motivo da abordagem desastrosa teria sido uma moto que estava estacionada em frente a sua residência, onde o mesmo trabalhava.  O fato aconteceu hoje (26) no Bairro do Córrego, em Tianguá- Ce. 

AS imagens são muito claras e revelam o desespero dos familiares e vizinhos do homem, bem como a truculência e visível abuso de autoridade por parte dos policiais. Um Boletim de Ocorrência foi registrado no final da tarde e o caso encaminhado para a corregedoria da Polícia Rodoviária Federal do Ceará, responsável pela apuração.

Francisco Ney é comerciante de frutas e estava na calçada de sua casa, próximo a sua moto estacionada, quando os agentes da PRF deram voz de prisão e ordenaram que o homem deitasse no chão.

"Ele, sem entender nada, disse que não ia deitar porque tava trabalhando e que não era ele que tava dirigindo a moto [procurada]", conta o irmão da vítima, Alex Cunha.

A moto de Francisco foi apreendida pelos agentes e ele foi à Delegacia Regional de Tianguá espontaneamente, com uma advogada. De acordo com Alex, os policiais chamaram reforços do RAIO para prender seu irmão, que foram até o local, mas não tinham mandados de prisão. A moto do comerciante teria sido apreendida e ainda não foi recuperada.

De acordo com o vídeo da ação, gravado por uma amiga de Francisco, os policiais tentam algemá-lo e conduzí-lo a delegacia, partindo para a agressão em alguns momentos. O comerciante tenta se esquivar e é protegido pela esposa e amigos. "Ele vai para a delegacia, eu garanto", tenta explicar a companheira para evitar que ele ele seja algemado, segundo as imagens.

Em outro momento, uma amiga de Francisco afirma que "ele é doente, ele é um homem trabalhador. Faz isso não". Francisco Ney tem sintomas de epilepsia e convulsões.




Com informações do G1