Servidores entram em confronto com policiais após serem impedidos de acompanhar votação da reforma da Previdência ~ Ceará da Gente

Servidores entram em confronto com policiais após serem impedidos de acompanhar votação da reforma da Previdência

Após serem impedidos de acompanhar a votação da reforma da Previdência estadual na Assembleia Legislativa do Ceará (ALCE), servidores públicos entraram em confronto com a Polícia. O processo na Casa foi iniciado hoje, 19.
Conforme o presidente da ALCE, deputado estadual José Sarto (PDT), o acesso às dependências da Assembleia foi impedido para “garantir a segurança de deputados, servidores e, principalmente, dos manifestantes”. A proibição da entrada ocorre desde ontem, 18, quando também foi registrado um conflito.
No confronto desta quinta-feira, foram utilizadas bombas de efeito moral pelo Batalhão de Choque para conter as tentativas dos manifestantes de ultrapassarem os portões de contenção.
O trânsito ficou bloqueado na Avenida Desembargador Moreira, no trecho entre a Avenida Pontes Vieira e Rua Marcondes Pereira, no entorno da Assembleia, em razão do protesto.
Confira os principais pontos da reforma da Previdência estadual:
– Idades mínimas de aposentadoria de servidores:
Homens: Sobe de 60 para 65 anos
Mulheres: Sobe de 55 para 62 anos
– Professores, policiais e agentes penitenciários têm idade mínima de aposentadoria reduzidas;
– Pensão por óbito passa a pagar 60% da média salarial, deixando de ser integral, ou seja, 100%;
– Aposentadorias serão taxadas em 14% no valor que exceder dois salários mínimos;
– Média salarial para definir valor da aposentadoria desconsidera 10% dos salários mais baixos.
Repórter Ceará (Foto: SVM)