Servidores Municipais de Saboeiro ainda não receberam pagamento de agosto

Já se passaram dois meses (agosto e setembro) e os servidores lotados no Hospital, continuam sem receber o pagamento referente ao mês de Agosto de 2019, e entre eles estão Enfermeiros, Técnicos em Enfermagem, Auxiliares de Serviço, Motoristas, Vigias, etc…,ou seja apenas parte dos servidores lotados no hospital, vinculados a Secretaria de Saúde.
DESCUMPRIU O QUINTO DIA ÚTIL
E ainda referente ao pagamento do mês de Agosto, o município efetuou pagamento más em data posterior ao quinto dia útil aos servidores lotados nas secretarias de agricultura, meio ambiente, cultura e folha geral, receberam pagamentos no dia 21 de setembro de 2019, e servidores lotados na secretaria de assistência social, receberam pagamentos no dia 24 de setembro de 2019.
Para o Presidente do Sindicato dos Servidores, Iltemar Martins, a situação tem causado um grande impacto para os servidores, pois muitos tem descumpridos seus compromissos financeiros, sem contar que isso tem causados enormes prejuízo ao comércio local. A realidade enfrentada por esses servidores é agravante e tem sido difícil, pois, a entidade convocou a categoria para se mobilizar, mas o medo de represália por parte da categoria impede que os mesmos reajam a todo esse desmando e descompromisso com os trabalhadores, pois não é justo já estamos no mês outubro praticamente dois meses sem dinheiro.

Diante da situação, o município segue violando as previsões legais que regulamentam a data limite para pagamento do salário mensal, que é o quinto dia útil, e o sindicato já tomou as medidas judicias cabíveis. O Sindicato também oficiou o município pedindo justificativas acerca do atraso, mas até a presente data não obtivemos resposta do oficio.
JUSTIÇA
Os Servidores aguardam que a situação seja solucionada urgentemente, que seja feito Justiça.

Fonte: SINTSEPANSA 

SOLTANDO O VERBO:

O problema do atraso de pagamento dos servidores públicos de Saboeiro não limita-se ao período de agosto até o momento. Há vários meses os acúmulos de atrasos vem ocorrendo.Geralmente paga-se um mês, fica um, dois ou mais meses dentro. Os atrasos também não acontecem somente no setor da saúde, mas em todos. Esse também não é o único problema dentro do gestão atual, que claramente tem demonstrado total falta de compromisso com o município, com a população e com os servidores públicos. Funcionários que foram demitidos desde julho ainda não receberam o que tem pra receber. Alguns estavam com até três meses de salário atrasado antes de serem demitidos, e até agora estão esperando receber.

O mais alarmante é vermos a inércia dos servidores prejudicados. Certamente motivados pelo medo de represálias, outros por medo de ser-lhes tirado alguns privilégios, mas seguem todos omissos, esperando somente que o sindicato haja sozinho em defesa deles mesmos. A ditadura instalada em Saboeiro aumenta esse medo, pois sabe-se que certamente, quem abrir a boca é punido, ameaçado ou humilhado publicamente com palavras do mais baixo calão.

Na Câmara Municipal, a única voz que tem se levantado constantemente em favor da regularização do pagamento dos servidores é da vereadora Wylna Cavalcante, mas uma andorinha só não faz verão. A atuação da maioria dos parlamentares da Câmara Municipal de Saboeiro é vergonhoso.

Até mesmo os médicos estão abandonando esse barco furado, e a situação da saúde de Saboeiro se agrava cada dia mais. Desde a espera interminável para a tão sonhada conclusão da reforma do hospital, à falta de equipamentos e constante falta de equipamentos, medicamentos e suprimentos, ao atraso do pagamento de servidores, lentidão nos atendimentos e encaminhamentos em tratamentos e exames especializados, entre outros. 

Até quando essa situação vai permanecer? Eis a resposta: até quando os políticos deixarem de ser inescrupulosos, criminosos e irresponsáveis, e os eleitores deixarem de ser omissos e subservientes.

Ê vida de gado!!!