Polícia prende o terceiro suspeito de matar o Padre Casemiro

Daniel Sousa da Cruz teria sido o mentor intelectual do assassinado do padre polonês Kazimerz Wojno, conhecido como padre Casemiro, 71 anos, fato ocorrido na noite do último sábado na Paroquia Nossa Senhora da Saúde localizada na  Asa Norte no centro de Brasília.

Dos quatro homens que mataram o sacerdote para roubar, Daniel Sousa da Cruz e é o terceiro criminoso a ser preso pela polícia na tarde desta quarta-feira (25/09).
Segundo o delegado chefe da 2ª DP Laércio Rosseto, falta apenas um criminoso a ser capturado. Ontem dois deles, haviam sido presos em Valparaíso (GO).
Alessandro de Anchieta Silva, 19 anos não tem passagens pela polícia. No entanto, o mineiro de Januária, Antonio Willian Almeida Santos de 32 já foi preso por homicídio e tráfico de drogas.
As autoridades policiais que investigam o caso, que comoveu Brasília e teve repercussão nacional, afirma que  as investigações irá esclarecer  como os bandidos sabiam da existência de um cofre, o qual foi arrombado usando ferramentas encontradas no local do crime.
O padre Casemiro foi assassinado por estrangulamento e foi encontrado com os pês e mãos amarrados.
Padre Casemiro

Fonte: Radar DF