Iguatu: Centro Educacional Cenecista Rui Barbosa anuncia fim das atividades

Foto: Blog do Pinheirinho

Após quase 60 anos de bons serviços prestados à população de Iguatu e região, o Centro Educacional Cenecista Ruy Barbosa deve encerrar suas atividades a partir de 2020.

O anunciou foi feito por meio de ofício assinado pela secretária executiva da CNEC, Gerfânia Damasceno, endereçado aos pais e alunos da referida unidade educacional.  

"A Diretoria da Campanha Nacional de Escolas da Comunidade - CNEC informa que encerrará as atividades do Centro Educacional Ruy Barbosa, a partir do próximo ano. A definição é consequência da análise minuciosa de fatores internos e externos que se tornaram inoportunos à manutenção do bom atendimento da comunidade local com a qualidade e eficiência características da marca", diz o comunicado.

A nota diz ainda que o principal motivo para o fechamento da escola é a própria inviabilidade financeira, devido aos preços praticados pela concorrência no mercado privado educacional, na relação entre número de alunos, corpo técnico pedagógico e administrativos e segmentos ofertados, e na inadimplência acumulada ao longo dos últimos três anos.

A decisão da CNEC pegou a população de surpresa, e causou repercussão nas redes sociais. Alunos, ex-alunos e professores, demonstraram indignação pela forma como a escola está sendo extinta do sistema educacional de Iguatu.

Uma unidade escolar que teve como seu maior fundador o advogado e professor Edson Luiz Cavalcante de Gouvêa – “Dr. Edson”, que esteve por mais de 40 anos à frente da direção desse equipamento educacional, responsável pela formação de centenas de profissionais liberais. 

O Centro Educacional Ruy Barbosa é um patrimônio do município de Iguatu e, portanto, merecia ter tido uma atenção especial por parte do seu núcleo gestor.

(Blog do Pinheirinho)

"O fim de uma era. Mais do que um colégio, o Ruy Barbosa foi para muitos o lugar do sonho, crescimento, amizades, alegrias e até de tristezas como é natural à aquilo que faz parte do íntimo de cada um. É lamentável verificar que os sonhos também perecem." (Germano Florentino)