Crato-Ce: URCA sediará importante Simpósio sobre educação e movimentos sociais antirracistas ~ Ceará da Gente

Crato-Ce: URCA sediará importante Simpósio sobre educação e movimentos sociais antirracistas


A URCA - Universidade Regional do Cariri sediará o 7º SIMPÓSIO - EDUCAÇÃO E MOVIMENTOS SOCIAIS ANTIRRACISTAS: PERSPECTIVAS ATIVISTAS E TEÓRICAS SOB A INTERSECÇÃO DE IDENTIDADES, RAÇAS, GÊNERO E CLASSE.  

O Professor Doutor Marco Antonio Lima do Bonfim, vem divulgando em suas redes sociais o Simpósio que ele e seus orientandos de Mestrado (MIHL/ UECE) estão propondo no X CONGRESSO INTERNACIONAL ARTEFATOS DA CULTURA NEGRA.  Para participar, o investimento é de R$ 20,00 para estudantes de graduação  e R$40,00 reais para estudantes de pós-graduação. O Simpósio acontecerá nos dias 24 a 28 de setembro de 2019 na Universidade Regional do Cariri (Crato-CE). 

INSCRIÇÕES PRORROGADAS ATÉ O DIA 10/08, PARA ENVIO DE TRABALHOS no site: http://www.urca.br/artefatoscultu…/…/submissao-de-trabalhos/.



Proponentes: Dr. Marco Antônio Lima do Bonfim; 
Mestrando Andy Monroy Osório; 
Mestrando Francisco Raule de Sousa (Mestrado Acadêmico Interdisciplinar em História e Letras/UECE/GEDIRG)

"Nas últimas décadas tanto o conceito de educação quanto o de movimento social vem cada vez mais sendo reelaborados, principalmente devido às novas configurações sócio-político-culturais e das lutas sociais. No âmbito das pesquisas acerca dos Movimentos Negros aqui no Brasil, por exemplo, Gomes (2017) sustenta que o Movimento Negro Brasileiro pode (e deve) ser concebido como um movimento educador, isto é, um produtor de saberes emancipatórios e um sistematizador de conhecimentos no que diz respeito à questão racial em nosso país. Temos vivenciado também uma profusão de pesquisas acadêmicas e de práticas de militância que, cada vez mais, tem dialogado com perspectivas interseccionais (ANZALDÚA, 1999; DAVIS, 2012; HALL, 2014; HOOKS et al, 2004; KILOMBA, 2016; PINTO, 2014 entre outra/os) entre as categorias raça, gênero e classe. Nesse sentido, esse simpósio busca abrigar discussões, problematizações e experiências de pesquisa e militância que se relacionem com o binômio educação/movimentos antirracistas no Brasil, principalmente no que concerne ao contexto nordestino. Busca-se, portanto, acolher neste simpósio comunicações ativistas e teóricas sob a intersecção identidades, raça, gênero e classe oriundas de variados pontos de vista" (VIVEIROS DE CASTRO,1996)