Prefeito de Aiuaba presta queixa na polícia por ameaça de morte ~ Ceará da Gente

Prefeito de Aiuaba presta queixa na polícia por ameaça de morte

A tensão pelo eminente retorno de crimes de pistolagem volta a reinar em Aiuaba. O clima é de medo entre os populares, que temem pela vida do prefeito Ramilson, querido no município

Ramilson Moraes- Foto: CN7
Não é de hoje que o clima político na cidade de Aiuaba, na região dos Inhamuns é tenso. Um rastro de sangue cobre o pequeno município encrustado no sertão, fruto de uma briga entre famílias políticas. O prefeito de Aiuaba, Ramilson Moraes, prestou queixa na Delegacia de Tauá dizendo que vem sofrendo ameaças de morte. 

Pedido de socorro ao Governador

Nesta tarde, de acordo com o Portal CN7, Ramilson Moraes tinha um encontro marcado com o Governador Camilo Santana, junto com deputado federal Domingos Neto e a deputada estadual Patrícia Aguiar. O objetivo foi pedir proteção policial ao Governo. 

Crimes que mais repercutiram:

No dia 24 de setembro de 2016, o candidato a vereador José Almir de Sousa foi assassinado após um comício político, durante a campanha eleitoral daquele ano, quando foi atingido por uma bala na cabeça. Na mesma noite um filho do candidato assassinado também matou um dos suspeitos do crime e feriu outro. A matéria foi publicada no G1. Veja AQUI.

Tempos mais tarde, no dia 26 de abril de 2019, Alan Franklin de Sousa, 29 anos, filho de José Almir de Sousa, que foi acusado de matar na mesma noite o agricultor apontado como assassino de seu pai, o agricultor Pedro Moreira Lopes,  também foi assassinado na cidade de Cascavel, a ser baleado numa praça. (Confira AQUI);

Outros crimes que repercutiram bastante em Aiuaba foram os assassinatos  da vereadora Cely Arraes, em 21 de janeiro de 2017, que previamente ameaçada de morte, teve sua residência na localidade de Bom Nome invadida, sendo baleada com um tiro de escopeta, vindo a óbito enquanto era transferida para o hospital da cidade de Pio IX- PI (Veja AQUI), precedido pelo assassinato de seu irmão, dias antes, em 04 de janeiro de 2017, Julieudy Arraes, em Pio IX- PI, onde era proprietário de uma casa de shows, e 16 dias depois do assassinato de Cely Arraes, seu esposo, Josa Arraes, também foi assassinado em Fortaleza, no dia ; 

Em 20 de abril do mesmo ano, o jovem Graciliano Bezerra, irmão do vereador Narcélio Bezerra (presidente da Câmara Municipal),  foi atingido por vários tiros disparados por dois homens que teriam chegado em uma motocicleta, num lava-jato na saída pra comunidade Barra, onde a vítima se encontrava.Veja AQUI.

No dia 16 de maio, mais uma morte.  Cícero Urbano de Araújo, empresário, dono de uma oficina de motocicletas no município, foi morto a tiros. Cícero era vizinho e amigo de Graciliano Bezerra, morto dias antes. O assassino foi identificado e o inquérito apurou que os dois crimes tinham sido praticados com a mesma arma. Veja AQUI

Aécia Leal- Soltando o Verbo